Sunday, 23 September 2012

Os nossos silêncios

Os nossos silêncios não são escuros como os outros. 

Os nossos silêncios têm luzes – sei lá quem as acende
Têm cores – não sei quem as pinta.

Os nossos silêncios são espelhos 
onde as vozes se misturam 
e as palavras se preparam para serem ditas.

E quando a escuridão nos cobre, descobrimo-nos. 

A nossa escuridão não é negra e silenciosa como as outras. 
A nossa escuridão é um desfiladeiro de ecos 
onde os gritos se multiplicam do outro lado.

The History of Words

Before words, each person's thoughts could develop freely without the intervention of strangers’. If someone liked an other, a warm gest...